Hora de desacelerar…

26 09 2012

E correr pros braços da calmaria E se entregar ao prazer de nada fazer Hora de desopilar mente e corpo Sem pressa, sem hora e sem relógio ou celular que me lembre dela. Da hora agora só quero que me acompanhe na maresia e no estar de cada instante… Sem pressa!





Correria

28 06 2012

Acho que tô correndo tanto, que nem por aqui tenho passado. Mas ainda assim, tem dado tempo de amar, ser amada e brindar à vida.

Que passem as horas e os dias, mas que consigamos continuar humanos.





Para o meu leãozinho

4 12 2011




Homenagem

3 12 2011

Foi bom eu ficar com você
Um ano inteiro
Pode crer foi legal te encontrar
Foi amor verdadeiro
É bom acordar com você
Quando amanhece o dia
Dar vontade de te agradar
Te trazer alegria
Tão bom encontrar com você
Sem ter hora marcada
Pra falar de amor bem baixinho
Quando é madrugada
Tão bom é poder dispertar
Em você fantasias
Te envolver, te acender, te ligar
Te trazer compania

(Refrão)

Leva
O meu som contigo leva
E me faz a tua festa
Quero ver você feliz, feliz…
É bom quando estou com você
Numa turma de amigos
E depois da canção você fica escutando
O que eu digo
No carro, na rua, no bar
Estou sempre contigo
Toda vez que você precisar
Você tem um amigo
Estou pro que der e vier
Estou sempre contigo
Pela estrada buscando emoções
Dispertando o sentido
Com você primavera, verão
No outono ou inverno
Nosso caso de amor tem sabor
De um sonho eterno

(Refrão)
Leva
O meu som contigo leva
E me faz a tua festa
Quero ver você feliz, feliz…

Leva [ouça] – Composição: Michael Sullivan e Paulo Massadas





Perdas

3 08 2011




Presságio

28 03 2011

O AMOR, quando se revela,
Não se sabe revelar.
Sabe bem olhar p’ra ela,
Mas não lhe sabe falar.

Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há de dizer.
Fala: parece que mente…
Cala: parece esquecer…

Ah, mas se ela adivinhasse,
Se pudesse ouvir o olhar,
E se um olhar lhe bastasse
P’ra saber que a estão a amar!

Mas quem sente muito, cala;
Quem quer dizer quanto sente
Fica sem alma nem fala,
Fica só, inteiramente!

Mas se isto puder contar-lhe
O que não lhe ouso contar,
Já não terei que falar-lhe
Porque lhe estou a falar…

24/04/1928 | Fernando Pessoa





Gostar de ser de quem me gosta…

26 02 2011

…eu aprendi
querendo a vida bem mais fácil, eu resolvi
é tão melhor viver em paz.
Ninguém me faz sentir assim.🙂